Abril de 2019



Queridos e queridas,

Em meio a tantas notícias em março esqueci de contar que concluí o último módulo da pós! :D Esse último módulo foi sobre Antropologia e tratamos de tópicos como cultura e a contextualização. Foi uma semana de muita reflexão e aprendizado. Agora preciso de muito foco para entregar o trabalho deste módulo e poder seguir em frente com a elaboração da monografia. Se tudo correr dentro do esperado, me formo em Dezembro desse ano.

Em abril prosseguimos com os cursos no Mirante Cultural. A equipe participou de diversas palestras direcionadas a organizações do terceiro setor no início do mês; tem sido um grande desafio para todos nós pensar no Mirante não só como uma organização missionária, mas efetivamente como uma ONG e todas as questões empreendedoras e legais que são consequência disso. Temos todos muito a aprender e muito a ajustar na nossa perspectiva e na nossa forma de trabalhar. Tenho participado também das aulas na Aceleradora Glocal que tratam de temas para a construção e/ou fortalecimento da identidade da organização, captação de voluntários, diagnóstico comunitário dentre tantos outros. Muitas vezes as aulas parecem bem distantes da minha área de atuação efetiva e sempre vêm carregadas de muita informação, mas estou me esforçando para apreender o máximo que consigo para poder repassar para os outros membros da equipe.

No último fim de semana do mês iniciei o Mira no Futuro, a programação de orientação profissional aberta ao público. Teremos mais três encontros: duas palestras em Maio e uma feira de profissões que acontecerá em Junho. No primeiro encontro, dia 27 de Abril, tivemos um bate papo sobre currículos e entrevistas de empregos. Convidei dois grandes amigos que conheci nos meus tempos de Cia de Estágios para conversar com os participantes. Todos gostaram muito do encontro, inclusive os palestrantes. Fico muito feliz de poder expandir o projeto de orientação profissional. Na verdade, um dos meus grandes desejos recentemente tem sido encontrar um voluntário para assumir as aulas de inglês para que eu possa trabalhar mais profundamente com o grupo de orientação profissional e realizar mais eventos sobre o tema no espaço.

O pequeno grupo do qual participo na Comunidade da Vila já não está mais tão pequeno assim e temos conversado com outros facilitadores e pensando nas possíveis divisões e também estamos procurando por novos facilitadores. Ainda assim é muito bom ver que o crescimento não é apenas no número, mas também no vínculo. Esse mês fizemos algumas atividades extra-pg, jogamos muito, comemos mais ainda e nos divertimos muito. A maior parte dos integrantes desse grupo não são de São Paulo e é muito bom poder ser um ponto de encontro de acolhida e boas vindas.

Depois de orar e de receber vários puxões de orelha nas minhas devocionais e discipulado com o Rafa no Mirante, neste mês decidi me desligar da Compassion do Brasil. Desde o dia 24 estou cumprindo o aviso de 30 dias determinado pelo contrato com a instituição. Já me sinto menos carregada, mas ainda preciso trabalhar bastante na procura de novos parceiros financeiros para completar meu sustento.

Deus tem sido muito claro comigo em diversos aspectos desta caminhada e, mesmo na minha teimosia, tem me lembrado e mostrado seu cuidado e provisão. Sou muito grata por isso. Peço que orem pelo levantamento de sustento parcial e por provisão nos próximos meses; continuem orando pelo trabalho do Mirante Cultural, pelas nossas vidas como missionários, que tenhamos discernimento e não deixemos passar nenhuma oportunidade de falar do evangelho e por nossos alunos, que eles vejam o amor de Deus, para que queiram conhecê-lo; peço também que orem pelas últimas etapas da pós graduação, por foco e energia.

Sempre muita gratidão pelo apoio e orações

1 visualização

Posts recentes

Ver tudo